6 modelos de cadeira com designs famosos

Casa

Uma cadeira é muito mais que um acessório para a gente se sentar enquanto trabalha, espera ou faz as refeições. Há registros de que esse objeto foi criado há quase 5 mil anos, fazendo parte de várias gerações e culturas também como item de decoração.

Como também são objetos de design, algumas cadeiras e móveis podem ser itens icônicos, que marcam algumas épocas e servem de referência para outras. Como o retrô e o vintage estão na moda, qualquer um desses modelos pode ser o diferencial que a sua decoração precisa.

Talvez você não saiba, mas nas grandes empresas de decoração e arquitetura existem até bibliotecas específicas para cadeiras. Esses modelos, certamente, são presença obrigatória na maioria delas.

Diamond

Inventada em 1952 pelo artista Harry Bertóia, essa cadeira é um símbolo de elegância, conforto e durabilidade. Seu criador era um estudioso da maleabilidade dos metais e, por isso, encontrou o equilíbrio perfeito para trançar os fios de maneira ergonômica e duradoura.

Alguns modelos têm assentos acolchoados, que podem ou não ser da mesma cor do metal. Outros são feitos apenas de metal, sem deixar de ser confortáveis, pois oferecem um encosto seguro e aconchegante.

Panton

Essa cadeira leva o sobrenome do seu criador, Verner Panton, conhecido arquiteto e designer da Dinamarca. Feita de plástico, a primeira versão se parecia com as queridinhas cadeiras DSW, mas não tinha pés. A base também era de plástico liso, o que eliminava a distinção entre a base e o corpo do móvel.

A versão que imita a original, de 1967, é considerada bastante moderna até hoje, deixando qualquer ambiente cheio de estilo e um ar cool, especialmente se os modelos forem coloridos. Combina bem alternada com as cadeiras DSW.

DSW

Já que falamos delas, vamos contar quem criou esse modelo que combina com todo tipo de ambiente e pode ser encontrado a preços bem acessíveis. A DSW foi criada pelos designers Charles e Ray Eames em 1948. A peça ganhou o concurso de Design de Baixo Custo do Museu de Arte Moderna em Nova Iorque.

De lá pra cá, a peça nunca saiu de moda, principalmente porque combina com todos os cômodos da casa e também fica bem em ambientes comerciais. Hoje pode ser encontrada em praticamente todas as cores e é ótima para quem quer fazer combinações coloridas sem gastar muito.

Mole

Perfeita para a sua sala de estar, escritório ou consultório, essa cadeira é o “suprassumo” do conforto, também podendo ser enquadrada na categoria das poltronas. Criada pelo arquiteto Sérgio Rodrigues, em 1957, ela foi contra o padrão estético da época e só foi reconhecida quando ganhou um concurso na Itália.

A cadeira/poltrona costuma vir com um encosto para os pés, com mesmo estofado e cores, o que faz com que ela fique ainda mais confortável sem perder o ar clássico. Essa pode ser a razão pela qual esse modelo é o queridinho dos arquitetos de todo o mundo nos projetos de design de interiores.

Egg Chair

Projetada originalmente para o Hotel Royale, pelo aclamado arquiteto dinamarquês Arne Jacobsen, o modelo foi resultado de uma nova técnica inventada por seu criador: foi esculpida primeiro em argila, para aperfeiçoar a forma.

Muito confortável e elegante, essa cadeira também é um clássico da decoração e combina com vários tipos de ambientes, da sala de jogos da sua casa até o consultório do psicólogo ou sala de reuniões da empresa.

Thonet

Criada para uma cafeteria de Viena, em 1830, essa provavelmente foi a primeira cadeira do mundo a ser produzida em massa. Seu idealizador, o carpinteiro Michel Thonet, também inventou uma máquina para reproduzir móveis em madeira curvada, o que contribuiu para a popularização dessa cadeira.

Quase dois séculos depois, essa continua sendo uma das cadeiras mais vendidas em todo o mundo, dando um ar antigo aos ambientes onde é colocada. As cafeterias continuam adorando o modelo, que também fica ótimo na cozinha da sua casa.

Agora que já conferiu o artigo do nosso blog, não deixe de desfrutar do estilo e beleza dessas famosas cadeiras!