Como criar conteúdos baseados na persona de sua indústria?

Tecnologia

Toda empresa tem como prioridade identificar seu público-alvo para saber como criar suas estratégias, conquistar novos clientes e fidelizar os que já fazem consumo constante de seus produtos.

No ramo industrial, por diversas vezes realizamos vendas para outros empreendedores e isso tem uma definição chamada B2B (Business to Business). Sua empresa tem um Buyer Persona, ou seja, um tipo de cliente que pretende atingir, portanto, é necessário segmentá-los para que sigam sua sinalização de segurança e confiem em seu produto.

O marketing industrial entra exatamente aí, gerando estratégias que, como um piso industrial, irão cobrir as falhas da superfície e conquistar o sucesso almejado. Porém, a genialidade do mercado é infindável e o marketing de conteúdo tem sido aplicado constantemente neste ramo, fortalecendo o relacionamento entre empresas.

Você verá aqui, maneiras úteis de criar conteúdo e como aplicá-las no marketing industrial.

Entendendo o marketing no conteúdo

O marketing de conteúdo para indústrias tem suas peculiaridades, se comparados com aquele marketing mais ‘convencional’. Entender esta diferenciação é imprescindível para gerar um conteúdo ideal segmentado para seu público-alvo.

Por exemplo, o empreendedor não poderá criar um conteúdo genérico se quiser vender conectores elétricos. Ele terá de apresentar um conteúdo mais robusto e elaborado, atendendo e solucionando todos os problemas.

Em resumo, o marketing de conteúdo para indústrias é um planejamento de ações digitais que foca nas necessidades de outros empreendedores para atraí-los. Somado a isso, alguns benefícios ficam evidentes, tais como:

  •   Atrair novos consumidores;
  •   Gerar mais presença digital;
  •   Compreender melhor os problemas de seu consumidor e oferecer soluções ideais;
  •   Reter clientes atuais;
  •   Tornar-se referência no nicho escolhido.

Com os benefícios chegam as obrigações e o empreendedor convencerá outras empresas a serem seus clientes, da seguinte forma:

Autoridade

Sabendo que está lidando com outras empresas, fica implícito que eles saibam o que estão procurando.

Este nicho do marketing serve para mostrar que sua empresa entende a realidade daquele cliente em particular, tornando sua marca autoridade no assunto.

Mas de nada adianta ter postura de autoridade e não ser realmente. Então, ao escolher seu segmento, entenda perfeitamente o que está oferecendo para suprir dúvidas que possam surgir.

Conversão de vendas

No ramo digital utilizar o funil de vendas é fundamental. Uma vez que a maioria das pessoas que realiza pesquisas online procura soluções, apresentar-se como uma empresa capaz de resolvê-los é um diferencial.

Os passos fundamentais para este funil são:

  • 1.       Descoberta, o usuário descobre o problema que tem;
  • 2.       Aqui, as dicas dos problemas começam a surgir;
  • 3.       E o fundo do funil é a solução apresentada para o problema.

Tendo isso em mente, os setores de marketing e vendas trabalham juntos, criando o conteúdo ideal, convertendo-o em lucro.

Constante alinhamento de informações

Criando o conteúdo ideal, o consumidor vai saber com quem está interagindo, criando a noção de confiança que sua empresa quer ter com seu cliente.

Lembre-se sempre de:

  • 1.       Identificar seu público-alvo;
  • 2.       Descobrir o que seu cliente precisa para entender seus problemas;
  • 3.       Explorar marketing de conteúdo com blogs, banners em sites, vídeos ou e-books;
  • 4.       Integre os setores de marketing e de vendas;
  • 5.       Invista em mídias pagas para divulgação.

Utilizando estas estratégias, sua empresa está pronta para atender outras marcas e suprir as necessidades que possam ter.

Espero que essa postagem tenha lhe ajudado, não esqueça de comentar e compartilhar em suas redes sociais.