Como escolher o melhor sachê para gatos?

Diversos

Em muitos casos, o sachê para gatos é a escolha favorita para nossos felinos. Essa escolha é capaz de prevenir doenças no gatinho, uma vez que ela faz com que ele ingira mais água.

Porém, todo dono tem a mesma dúvida: como escolher o sachê para gato ideal para o seu companheiro? A quais aspectos o dono precisa estar atento? E quais as vantagens desse tipo de ração? Conheça mais sobre o assunto no texto abaixo.

Vantagens da ração úmida

Incluir na dieta do seu gato o consumo de sachês proporciona algumas vantagens nutricionais para o seu companheiro. Esse tipo de alimento, por ser molhado, é o que mais se assemelha à nutrição natural da qual ele precisa. Além disso, a ração úmida é uma forma de hidratar o gatinho, evitando que ele tenha um baixo consumo de água durante o dia.

Isso previne o desenvolvimento de problemas no trato urinário e doenças renais crônicas, enfermidades graves que podem atingir os felinos e exigem tratamentos, muitos deles, pelo resto da vida. Como a ração úmida tem um teor de umidade que pode chegar a 80%, o consumo de água fica balanceado.

A inclusão do sachê na alimentação felina também beneficia a dieta, pois ele apresenta uma alta concentração de proteína animal. Por causa dessa característica, ele acaba sendo uma opção mais nutritiva e menos calórica para o gato. Como o sachê tem uma textura mais palatável para o gato, existe menos risco dele deixar comida no comedouro.

No caso de gatos muito novos ou muito velhos, a ração úmida é uma opção que o pet consumirá com mais facilidade em relação à ração seca. Isso porque, nessas faixas etárias, a dentição do animal ou ainda não está totalmente pronta ou já está envelhecida, logo, é mais fácil ele mastigar a comida do sachê, além de ser mais fácil de digeri-la.

Qual o melhor sachê para gatos?

Assim como é o caso das rações secas, os sachês para gatos apresentam muitas variações nutricionais de um produto para o outro. A escolha do melhor sachê para seu amigo felino vai depender do porte, idade e outras condições de saúde que ele apresente. Com isso, o mais recomendado é conversar com um veterinário para que ele possa dar a melhor indicação para o seu gato.

De uma maneira geral, ao escolher a ração úmida no pet shop, procure pelos produtos que estejam definidos como “ração balanceada” ou “alimento completo” na embalagem. Esses são os itens que são mais nutritivos e mais indicados nos casos em que há uma troca completa da dieta do felino.

Agora, caso o sachê seja utilizado apenas como um petisco ao animal, não há problema em escolher outro tipo de ração úmida. De qualquer forma, levar em conta o histórico do animal é fundamental para selecionar o sachê mais apropriado.

Existe quantidade certa?

Novamente, essa é uma dúvida para a qual não existe uma única resposta, já que as particularidades de cada animal precisam ser levadas em conta. Por exemplo, os animais que são mais sedentários podem ser servidos com uma porção menor, enquanto os que desempenham atividades físicas e se movimentam mais precisam de mais fonte de energia.

Também impactam na quantidade a raça e o porte do animal. Portanto, em caso de dúvidas, a melhor decisão a fazer é conversar com um veterinário, que poderá indicar a quantidade ideal que o gato deve consumir.

Sachê pode fazer o gato se sentir mal?

Uma das principais dúvidas dos tutores, que os deixam com um pé atrás em relação ao consumo de sachê, é a possibilidade do gato se sentir mal ao consumi-lo. Esse é o pensamento de muitos pois eles acreditam que a ração úmida tem uma grande quantidade de sódio, aumentando a frequência dos animais fazerem xixi.

Porém, não há motivo para se preocupar. No organismo dos gatos, o sódio não causa os mesmos efeitos que nos humanos, como aumento da pressão cardíaca. A quantidade dele na ração úmida também é baixa, sendo que o aumento da frequência de urina está ligado à maior ingestão de água.

Gostou do artigo do nosso portal? Então não deixe de compartilha-lo em suas redes sociais!