Freelancer: como começar a trabalhar nesta modalidade?

Finanças

Você tem alguma ideia de como trabalhar como freelancer e o que é isso? Esses profissionais costumam atuar no conforto de suas próprias casas e, em alguns casos, trabalhar em locais específicos. Geralmente, eles não atuam com carteira assinada e fazem os famosos “bicos”. 

Na internet, estão em maiores números entre os redatores, designers e até mesmo programadores e criadores de sites. Já presencialmente, podem ser as diaristas e até mesmo os pedreiros.  Geralmente, o freelancer é dono do seu próprio negócio, determina seus dias e horas para trabalho e também em relação aos preços. Justamente por isso que costumam ser pessoas jurídicas. 

Neste artigo, iremos te dar algumas dicas de como atuar nesta modalidade e, claro, como começar judicialmente para garantir todos os seus direitos perante a lei. 

Determine o que vai fazer

O primeiro passo é determinar o que pretende fazer e trabalhar. Por exemplo, deseja atuar com serviços digitais ou com bicos que sejam físicos e que permitam um contato maior com o seu cliente?

Depois de decidir o tipo de trabalho que deseja fazer, é o momento de criar redes sociais e elaborar suas estratégias online para atrair os seus clientes. Faça publicações atraentes e com boas legendas para mostrar o que faz. 

Além disso, não se esqueça de pedir para que os seus familiares e amigos compartilhem para que possam te ajudar. 

Ter um site online também pode te ajudar a conseguir bons resultados. Por isso, procure por profissionais qualificados para te ajudar na construção do material e das páginas. Não esqueça também de fazer a contratação freelancer de redatores. Eles ajudam o seu site no marketing de conteúdo e, assim sendo, irão fazer com que os seus serviços apareçam mais vezes na primeira página do Google. 

Abrindo um CNPJ

Para trabalhar com freelancer, é necessário que você abra um MEI, microempresa individual. O MEI pode ter o faturamento anual de R$ 130 mil e pode fazer a contratação de até duas pessoas. 

Dessa forma, ao fazer o pagamento mensal do DAS no valor de R$ 56 até R$ 61, você vai estar contribuindo para o INSS e terá direito a todas as vantagens dos contribuintes, como auxílio doença e até mesmo aposentadoria. 

Sem essa contribuição, não será possível ter acesso a esses benefícios e será muito mais burocrático e difícil para se aposentar. 

O valor pago pelo MEI costuma variar por uma série de motivos. No entanto, a primeira delas é devido aos impostos de cada categoria. Aqueles que trabalham com “serviços” pagam R$ 5 de ISS enquanto o comércio paga R$ 1 de ICMS, então, há o valor do INSS (R$ 55) mais o ICMS e ISS. 

Tenha horários para cumprir

Determine a quantidade de horas que deseja trabalhar por dia e cumpra esse tempo. Isso porque é necessário ir contra a vontade de procrastinar, o que é muito comum em pessoas que trabalham em casa. 

O bom de trabalhar como freelancer é que é uma modalidade muito mais flexível. No entanto, há os lados negativos que se tratam de como conseguir ter horários e cumprir, mesmo com todas as tentações que estão presentes em nossa volta. 

E então, tem mais alguma dúvida sobre como trabalhar com freelancer? Comente aqui com a gente para que possamos te ajudar em todo o processo!