Como saber se é hora de trocar de celular?

Tecnologia

Para os mais jovens, o momento de trocar o celular é quando surge um novo modelo, mais moderno e interessante. Ainda assim, nem todos pensam desta maneira e há aqueles que utilizam o aparelho até que este se danifique.

De qualquer forma, é importante saber que celulares e smartphones, assim como outros eletrônicos, têm uma vida útil. Ou seja, chega um momento em que, mesmo funcionando, é necessário dar adeus e trocar o aparelho.

Como o objeto, hoje, é praticamente um mini-computador, com vários aplicativos e dados pessoais, ficar sem atualizações pode ser um risco. Será que chegou a hora de trocar o seu celular? Confira os sinais que você deve observar.

Travamentos constantes

Seu celular está sempre travando? É só pensar em abrir um app que demora séculos e até reinicia? Este é um dos primeiros sinais de que o aparelho não está dando conta do uso dado a ele.

Falta de espaço interno

Você precisa desinstalar alguns aplicativos para conseguir atualizar outros? Ou, ainda, teve que dividir os apps mais usados entre o celular e o tablet? Este é um claro sinal de que o espaço interno está pequeno para a sua necessidade, por isso, é melhor buscar por um novo smartphone.

Aparelho lento

A lentidão também é um dos sinais de que o aparelho não está conseguindo cumprir suas funções. Pode estar relacionada à memória RAM ou ao espaço interno e, normalmente, é acompanhada dos travamentos constantes.

Bateria não dura nada

Em modelos mais antigos, a bateria pode ser trocada, porém, nos modelos mais recentes, não há como fazer isso. Ainda assim, o objeto dá sinais de que está perdendo sua função. A bateria viciada é observada em casos de descarga muito rápida e desligamento do aparelho antes de chegar em 1%.

Software sem atualização

Seja Android, iOS ou Microsoft, o seu celular terá um prazo máximo para receber as atualizações. A situação acontece pelos softwares mais recentes não serem compatíveis com aparelhos mais antigos. E um smartphone desatualizado fica exposto a vírus e apps maliciosos.

Funcionamento da câmera

São raras as pessoas que não usam a câmera do aparelho. Seja para tirar fotos simples, dos pets e da família, ou para produzir conteúdo para a internet (Tik Tok, YouTube e Instagram), hoje é um complemento indispensável. Se a sua câmera trava, pixeliza ou borra as fotos, talvez tenha chegado o momento de atualizar o celular.

Aparelho esquenta muito

Algumas funções do celular costumam fazer ele esquentar. Um exemplo é o GPS. Mas o aparelho não pode ficar fervendo o tempo todo (a não ser que você esteja na praia ou debaixo do sol). Se o seu smartphone esquenta enquanto roda qualquer aplicativo, por mais básico que seja, o processador está tendo dificuldades em manter tudo funcionando.

Poucos recursos disponíveis

A cada aparelho lançado, as marcas trazem novos recursos. Reconhecimento facial, uso de digital para desbloqueio, melhor aproveitamento da tela. Esses são apenas alguns exemplos, mas, quanto mais moderno for o celular, mais novidades ele traz. A princípio pode não parecer essencial, mas o desbloqueio com digital, por exemplo, é bastante prático.

Botões quebrados

Os smartphones mais recentes não têm tantos botões, apenas o de ligar/desligar e o do volume. De qualquer forma, estes também quebram pelo uso. É possível trocar? Sim, mas, dependendo do tempo de vida do seu celular, considere um modelo mais recente ao invés do conserto. Para saber se algum botão está com problema, observe se são necessários muitos cliques para acender a tela ou mudar o volume.

Agora que você já leu mais um dos nossos artigos e conhece alguns sinais que indicam se o seu celular já pode ser trocado, em caso de necessidade considere pesquisar por um modelo mais recente. Existem opções para todos os gostos, desde as mais básicas até as intermediárias ou completas.