Locais imperdíveis em Salvador

Diversos

Existem lugares pelo Brasil conhecidos por terem os melhores passeios, outros por oferecerem as melhores comidas. Alguns são famosos por suas belas paisagens e alguns são amados por suas praias paradisíacas. Essas características individuais estão todas reunidas na cidade de Salvador, capital da Bahia.

Fundada em 1549, a cidade é reconhecida mundialmente por sua beleza, seus pratos típicos deliciosos e por ser um destino imperdível para qualquer um que queira conhecer belas praias e aprender sobre a história de um lugar. E, depois de ler esta lista, vai ser impossível não querer entrar em um ônibus para a Bahia e visitar esse local histórico e imbatível.

Veja agora quais são os locais imperdíveis que você não pode deixar de conhecer em Salvador, esse patrimônio cultural da humanidade localizado no nordeste brasileiro.

Farol da Barra

O Farol da Barra é o melhor passeio para quem quer aproveitar a praia e aprender sobre a história de seu país ao mesmo tempo. Isso porque o farol foi o primeiro construído no Brasil, ainda em 1839.

Por lá, também é possível visitar o Museu Náutico da Bahia e aproveitar a Praia do Porto da Barra, além de conhecer o Forte de Santo Antônio da Barra, onde o farol está localizado.

Além disso, a Barra é um dos mais famosos bairros de Salvador e não é por menos: por lá, existem várias atividades para serem exploradas, que vão de passeios pela calçada a aproveitar a gastronomia baiana. Por isso, tire o dia para conhecer esse cartão postal da cidade.

Pelourinho

Antes de se tornar mundialmente conhecido após Michael Jackson gravar o videoclipe de uma de suas músicas por lá, o Pelourinho já era um local histórico e cheio de cultura da capital baiana.

Cheio de cores, o local é conhecido por preservar suas características históricas, como azulejos portugueses e esculturas da época da colonização, e por suas atrações turísticas: artistas exibem suas artes na rua, pratos típicos são servidos e as famosas lembrancinhas estão disponíveis em todos os cantos.

O Pelourinho também é sede da Fundação Casa de Jorge Amado, que promove estudos sobre a literatura e a cultura baianas, além de oficinas e  visitas ao público. Quem é fã de Jorge Amado ainda tem outro passeio imperdível em Salvador: a Casa do Rio Vermelho.

Casa de Jorge Amado

O famoso autor, dono de obras de extrema importância para a cultura brasileira, como Capitães da Areia e Gabriela, Cravo e Canela, viveu por 30 anos junto à sua esposa, Zélia Gattai, na Casa do Rio Vermelho.

Após a morte do casal, a casa foi transformada em museu, ainda conservando móveis originais, livros que pertenciam e foram escritos pelo casal, além de informações sobre a história dos dois.

Museu Afro-Brasileiro

Poucas pessoas encontram tempo para visitar museus em suas viagens, mas vale tentar tirar algumas horas para visitar o Museu Afro-Brasileiro de Salvador e conhecer todos os artigos históricos reunidos no local.

Sob curadoria do renomado fotógrafo Pierre Verger, os objetos presentes no local variam entre cerâmicas, máscaras e instrumentos de nações yorubá. O acervo conta, ainda, com artigos relacionados ao Candomblé, à capoeira e ao Carnaval. Por isso, quem quer conhecer Salvador a fundo, precisa aproveitar o ingresso em conta e passar no Museu Afro-Brasileiro.

Elevador Lacerda e Mercado Modelo

Criado em 1873, o Elevador Lacerda é um meio de transporte que permite que os cidadãos e turistas de Salvador acessem a cidade alta e a cidade baixa. Com seus 63 metros de altura, o Elevador tem uma vista espetacular e sai do Pelourinho para deixar os transeuntes no Mercado Modelo, outro ponto turístico de extrema importância na cidade.

No Mercado, é possível encontrar restaurantes, a tradicional cocada baiana e outros pratos típicos, além de instrumentos e outros objetos relacionados à cultura de Salvador. Lá você também encontra as famosas lembrancinhas para toda a família.

Esperamos que as dicas do nosso portal te ajudem a conhecer um pouco mais da história por traz dos principais pontos turísticos da Bahia!