Primeiro carro 4×4? Conheça tudo sobre o tipo do veículo para não errar ao volante

Diversos

Os carros 4×4 são aliados muito importantes para quem tem uma rotina baseada em enfrentar estradas de terra e superfícies íngremes. Mais resistentes, eles são ideais para encarar terrenos desafiadores, com um desempenho melhor que os veículos convencionais.

Para quem está interessado em comprar carros Fiat 4×4 ou de outra marca, é importante entender melhor as principais características desse tipo de veículo. Neste texto, saiba quais são as vantagens e os cuidados necessários para que você não cometa erros comuns ao dirigir um modelo como esse.

Características

Os veículos 4×4 são projetados para gerar muita tração e, dessa forma, percorrerem terrenos mais desafiadores e difíceis, algo que outros carros não conseguiriam. Ao contrário dos modelos convencionais, em que a força do motor é transferida para duas rodas, nos 4×4, essa força vai para todos os quatro pneus, que estão conectados à transmissão.

Esses modelos são classificados em dois tipos: 4WD e AWD. O primeiro tem dois diferenciais, sendo que a tração é distribuída para duas ou todas as rodas, a depender da escolha do motorista ou de um sistema eletrônico. Já o segundo conta com três diferenciais, sendo que todas as rodas recebem a força do motor, e o motorista não pode alterar essa configuração.

Nos veículos grandes, os pneus são maiores e apresentam ranhuras diferentes da banda de rodagem. Isso traz vários pequenos blocos de borracha, garantindo que ele tenha uma melhor tração para percorrer terrenos como estradas lamacentas, pequenos rios e subidas mais íngremes.

Vantagens

Em ambiente urbano, os modelos 4×4 não apresentam muitas diferenças quanto à dirigibilidade em relação aos veículos com tração em apenas duas rodas. Somente em situações como pista molhada ou escorregadia é capaz de perceber essas melhorias.

No entanto, nos terrenos irregulares e nas estradas de terra barrenta, os 4×4 têm um desempenho muito melhor e mais agradável. Eles oferecem mais estabilidade e controle, são capazes de transportar uma boa capacidade de carga e saem com facilidade de atoleiros.

Uma vez que eles são projetados para situações mais complicadas, o sistema de suspensão, o freio e a direção são mais resistentes. A altura deles também é uma vantagem em terrenos com desníveis grandes, impedindo que sejam danificados com facilidade.

O que você precisa analisar

Antes de comprar um 4×4, é necessário que você faça uma avaliação para ver se essa compra é adequada para o seu estilo de vida, uma vez que são carros mais caros. Um dos aspectos que demandam sua atenção é o terreno que você costuma trafegar. Caso ande apenas em ambientes urbanos, os modelos convencionais são mais indicados.

Para quem anda em terrenos difíceis apenas aos finais de semana, passando boa parte do tempo na cidade, a melhor escolha são os modelos 4WD. Eles consomem menos combustível e desgastam menos o pneu. Agora, se a sua rotina diária envolve percorrer terrenos complicados, o modelo AWD é mais indicado.

Também considere o custo de manutenção desses veículos. É verdade que eles quebram menos e são mais resistentes, mas a manutenção ainda é necessária. As peças de reposição, como amortecedores e pneus, são mais caras que os carros convencionais. Outro ponto é que o seguro desse tipo de carro também é consideravelmente mais caro.

Por fim, tenha atenção ao motor do veículo que você pensa em comprar, já que esse é um item que afeta o custo de compra. Para quem anda mais em ambientes urbanos, a melhor opção são os motores à gasolina ou flex. No entanto, para quem pega muita estrada e terrenos difíceis, é melhor optar por um motor a diesel.

Erros comuns

Quem tem um 4×4 pela primeira vez costuma cometer alguns erros que prejudicam a experiência com o carro e podem colocar o motorista em apuros. Um deles é não levar mantimentos, como água e comida, ao se aventurar em terrenos off-road. Já que o veículo pode ficar atolado, é melhor assegurar que você terá condições de passar um tempo ali até o resgate.

O fato do carro ter tração em quatro rodas não é uma garantia de que ele vencerá todo tipo de terreno. Por isso, sempre faça uma análise do percurso que você utilizar. Por exemplo, em uma subida muito íngreme e escorregadia, se você tem dificuldades para ficar em pé, é um sinal de que o carro também terá esse problema.

Ao atravessar trechos com água, como córrego, rio ou alagamento, a recomendação é que você acelere pouco e de maneira constante. Passar por esses trechos usando a primeira ou a segunda marcha garante maior controle e estabilidade. Outra dica fundamental é sempre procurar passar pelos trechos de menor profundidade.

Gostou das dicas do nosso blog? Aproveite o espaço abaixo e deixe o seu comentário!